O Marketing e a Comunicação contribuem muito para agregar valor ao agro. Há muito o que compartilhar

O Marketing e a Comunicação contribuem muito para agregar valor ao agro. Há muito o que compartilhar

O painel “O marketing e a comunicação como instrumentos de agregação de valor e diferenciação em toda a cadeia do agro” encerrou o 13º Congresso de Marketing do Agro ABMRA, realizado pela Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMRA), destacando a crescente importância dessas ferramentas para fortalecer o agronegócio, inclusive perante a sociedade urbana. “É extremamente importante falar sobre a busca de estratégias eficazes e o conceito de marketing e comunicação, ligando as relações humanas, especialmente entre o produtor rural e a sociedade”, complementa o moderador do painel, Jose Luiz Tejon.

“Sem dúvida, a inserção do marketing no agro é importante para pensarmos em estratégias que consolidem ainda o setor produtivo como um setor essencial para o país. Com isso, conseguimos ampliar a comunicação, estreitando relações através de meios de interação entre empresas, produtores, consumidores e sociedade, gerando maior credibilidade ao agro”, comenta Ricardo Nicodemos, vice-presidente da ABMRA e coordenador do Congresso.

“Nesse cenário, é importante saber como pensar estratégias que consolidem e fortaleçam a imagem do agro. Inserir o marketing nesse meio significa ampliar a comunicação, estreitar as relações e a interação entre produtores, empresas e consumidores, o que gera maior fidelidade e estabilidade no cenário”, diz Jorge Espanha, presidente da ABMRA.

A comunicação de qualquer setor precisa envolver fatores ambientais, sustentabilidade e cadeia de valor, além de questões sociais, como diversidade e governança com transparência. “Além dessa junção de elos essenciais, quando falamos especificamente de passos para o agro se comunicar devemos somar a comunicação como cultura empresarial, narrativa setorial e humanização”, opina Hamilton dos Santos, diretor Geral da ABERJE (Associação Brasileira de Comunicação Empresarial).

Cris Camargo, CEO da IAB Brasil (Interactive Advertising Bureau), destaca que a comunicação precisa ser eficiente, incluindo ferramentas de análises e relatórios, conteúdo diferenciado, veiculação, gestão de dados. É preciso aplicar boas práticas e exigir transparência das relações. “Isso é fundamental para fazer as mensagens chegarem ao alvo desejado. O propósito é um item indispensável na comunicação”.

O presidente da Associação Nacional dos Editores de Revistas (ANER), Rafael Menin Soriano,  reforça a importância da cadeia de alimentos durante a pandemia da COVID-19. “Mesmo em um cenário difícil, o agro se manteve em crescimento e contou com os mais diversos meios de comunicação e estratégias de marketing, que passaram a todo momento as informações com clareza e transparência”.

Em termos de valorização da comunicação, não se pode esquecer dos produtores, que devem estar informados e tem, hoje, claramente uma demanda diferenciada de informações. “O produtor tradicional prefere visitas, dias de campos e eventos. Ele é o próprio comprador e suas influências estão no rádio e na tv local. Já o produtor da nova geração é mais focado no negócio em si, está sempre online, usa plataformas digitais para gestão e compras e suas influências muitas vezes estão nas redes sociais. A comunicação precisa ter esse olhar específico para cada público”, explica Roberto Fava Scare, Sócio Fundador da Markestrat, ao comparar as mudanças na comunicação do agro no século 21.

“O Agro anseia e clama por construirmos uma boa e eficiente narrativa que seja contundente e capaz de posicioná-lo e que gere admiração e empatia por parte da população urbana. Já sabemos e ouvimos que os meios digitais e redes sociais por si só não fazem milagres. É preciso construir uma comunicação a partir de uma plataforma multimeios, incluindo as revista, rádio, TV e mídia exterior, além, claro, dos meios digitais. Também entendemos que é vital que todos os segmentos que atuam no Agro estejam unidos e com os mesmos foco e propósito. Que levantem a mesma bandeira e que estejam uníssonos, todos a uma só voz. Só assim conseguiremos tornar o nosso Agro em uma paixão nacional.”, finaliza Ricardo Nicodemos.

Para assistir ao Congresso de Marketing Agro ABMRA na íntegra, acesse: https://www.youtube.com/watch?v=12gH1xkHV64

Font: https://abmra.org.br/o-marketing-e-a-comunicacao-contribuem-muito-para-agregar-valor-ao-agro-ha-muito-o-que-compartilhar/

Deixe uma resposta